Conheça seu perfil de comprador antes de fazer um financiamento imobiliário

0

Se engana quem pensa que o perfil do comprador não interfere no financiamento imobiliário! O perfil do comprador é analisado pelas instituições financeiras a todo momento, até porque eles só fecham negócio com pessoas que possuem um bom perfil

Para realizar um bom financiamento imobiliário o cliente deve ter em mente questões muito importantes acerca de todo o processo, mas principalmente ter conhecimento sobre o seu próprio perfil. Isso é fundamental para que antes de assinar qualquer tipo de contrato, ele possa saber qual tipo de imóvel comprar, qual modalidade de financiamento investir e tantas outras coisas.






 

Além de conhecer o próprio perfil, é de extrema importância que o comprador faça um bom planejamento da compra. Por ser uma dívida longa é preciso ter um bom planejamento para que não exista problemas ao longo do caminho, e mesmo que ele não consiga pagar alguma parcela durante o caminho, ele saberá bem como lidar com a situação, por conta do planejamento.

O que o perfil do comprador interfere no financiamento?

Se engana quem pensa que o perfil do comprador não interfere no financiamento imobiliário! O perfil do comprador é analisado pelas instituições financeiras a todo momento, até porque eles só fecham negócio com pessoas que possuem um bom perfil.

O que as instituições financeiras analisam no momento da simulação do financiamento é se a pessoa possui condições de bancar essa dívida à longo prazo, sua idade, se possui ou não nome sujo na praça e qual sua fonte de renda atual.

Tudo isso pode interferir na autorização do financiamento de alguma forma, por isso é importante que o comprador conheça seu próprio perfil antes de qualquer coisa.

Um bom jeito para ajudar nesse quesito é realizando uma simulação. Todas as instituições financeiras possuem um simulador online em suas plataformas, então o cliente só precisa clicar nessa opção e preencher o que é solicitado.

Se o seu perfil não passar pelo simulador, significa que você precisa mudar a estratégia do seu planejamento. É muito difícil os bancos liberarem um financiamento para quem tem nome sujo na praça, então se você não possui condições de comprar um imóvel à vista, o primeiro passo é limpar o nome, para depois tentar um financiamento.

Conhecendo o seu perfil de comprador

Essa pode parecer uma parte bobinha do processo, mas como foi dito anteriormente, ela é uma das mais importantes para que você faça um bom financiamento. Então o primeiro passo é saber se você possui condições para bancar a dívida de um imóvel.

Os imóveis costumam ser caros, logo, as parcelas para serem quitadas serão longas, então é preciso entender se você possui disponibilidade financeira para bancar essa dívida à longo prazo.

Então coloque na ponta do lápis o quanto você tem, levando em consideração todos os seus meios financeiros. Assim que você compreender que possui uma graninha boa para levar esse plano adiante, é hora de analisar o seu perfil como comprador.

Como dissemos anteriormente, é muito difícil um banco liberar um financiamento imobiliário para alguém com nome sujo na praça. Isso porque eles entendem que, se a pessoa possui dívidas não quitadas, o mesmo acontecerá com o financiamento, e por se tratar de uma dívida longa, a chance do cliente se endividar ainda mais é bem grande.

Então se você possui nome sujo atualmente, é importante que você quite as dívidas pendentes primeiro, até mesmo para que você possa focar melhor no financiamento e em suas parcelas.

Se você possui o nome limpo e disposição financeira para esse processo, é hora de fazer um bom planejamento.

Planeje antes de financiar

O planejamento é quem vai direcionar o seu financiamento e por isso ele é tão importante.

O primeiro passo é saber o imóvel que você tem o desejo de comprar, mas leve em consideração pontos externos do imóvel.

Tudo bem, você possui condições de pagar as parcelas do financiamento, mas lembre-se que você não irá pagar somente o valor do imóvel, mas que também existem outras taxas no acordo, como por exemplo os juros.

Então é muito importante que você dê o pontapé inicial no sonho da casa própria, mas dentro da sua realidade. A localização do imóvel interfere muito no seu valor total, então leve em consideração os benefícios que o prédio fornece, o bairro onde ele está localizado, veja se há um bom fluxo de transporte público como estação de metrô e ônibus, e claro, se há muitas lojas ao redor.

Prédios que dispõe de muitos benefícios internamente e externamente costumam ter um valor elevado, então se você não possui tantas condições para adquirir um imóvel assim, é hora de procurar em outros locais.

Outro ponto muito importante é escolher uma boa instituição financeira que te ajudará a realizar esse sonho. O processo de financiamento pode ser parecido de instituição para instituição, mas suas taxas de juros costumam ser bem diferentes, então procure por aquela que te beneficie da melhor forma.

Texto: Gear SEO

Compartilhe.

Sobre o Autor

O Consumo em Pauta é um site com informações para o dia a dia do consumidor. Nossa missão é entregar aos leitores informações gerais sobre consumo, educação para o consumo e direitos e deveres de consumidores e fornecedores, além de dicas de como resolver pendências de conflitos de consumo. Nosso objetivo: relações de consumo menos conflituosas.