Cuidado com as fraudes na compra de TV para a Copa do Mundo

0

A compra de TV para a Copa deve ser cuidadosa. A Kaspersky Lab, empresa de cibersegurança, identificou que cibercriminosos registraram domínios na internet com a mesma identidade visual de varejistas tradicionais

Está pensando na compra de TV para assistir aos jogos da Copa do Mundo. Então, tome muito cuidado nas lojas onlines: golpistas estão criando sites falsos com a mesma identidade visual de varejistas tradicionais e ofertando aparelho de tevê a preço muito abaixo do mercado.

A Kaspersky Lab, empresa de cibersegurança, identificou que cibercriminosos registraram domínios na internet com a mesma identidade visual de varejistas tradicionais, como Casas Bahia, Pontofrio e Magazine Luiza. Ainda, estão comprando anúncios em redes sociais para atrair os consumidores e enviando e-mails similar aos dos varejistas verdadeiros. Entre os domínios registrados pelos golpistas aparecem www.walmartnacopa.com, www.submarinonacopa.com; www.americanastv4k.com e www.casasbahiatvs.com.

Ao clicar no anúncio nas redes sociais, o consumidor é direcionado para o site falso. Se aceitar fazer a compra de TV terá de informar seus dados pessoais e poderá pagar a compra com boleto ou cartão de crédito. Este último será clonado. Mas não receberá nenhum aparelho de TV.






De acordo com Fabio Assolini, analista sênior de segurança da Kaspersky Lab, ataques de phishing oferecendo aparelhos de TVs novas tem um aumento considerável na época que antecede a Copa. “Os criminosos seguem as tendências e, geralmente, costumam oferecer em seus golpes produtos bastante procurados. Durante o período que antecede a Copa do Mundo, por exemplo, os criminosos escolhem produtos como TVs. E, durante a Black Friday, direcionam os golpes predominantemente para smartphones”, afirma o analista.

Algumas ofertas falsas que têm circulado pela internet nos últimos dias (fotos Kaspersky Lab)casas bahiawalmart-golpe

 

 

 

Dicas para não cair em fraudes na compra de TV

Para que os consumidores se protejam e, assim, possam comprar novos televisores de forma segura, a Kaspersky Lab preparou as dicas abaixo:

  • Verifique o nome do domínio e o cadeado de segurança: é comum entre phishers o registro de domínios usando o nome de marcas famosas e já conhecidas no mercado, porém mudando uma letra no nome. Dessa forma, por exemplo, “sitedecompra.com” se torna “sitedeconpra.com” ou “saitedecompra.com”. Outra dica é verificar se o site possui conexão SSL (o cadeado de segurança), pois geralmente sites fraudulentos o exibem. Porém saiba que o fato de um site exibir o cadeado não significa que o mesmo seja legítimo.
     
  • Verifique quem é o dono do site: encontrou um site desconhecido com ofertas tentadoras? Antes de comprar consulte a lista Evite estes Sites, do Procon, e também o Registro.br, na sessão “Whois”, que informa quem registrou o site. Golpistas geralmente usam endereços de e-mail gratuitos para registrar o domínio.
     
  • Duvide de ofertas mirabolantes: outra tática comum dos fraudadores é oferecer produtos com preços muito atrativos, bem abaixo do preço de mercado. Se encontrar uma oferta assim, segure seu impulso de compra e veja antes se o site é verdadeiro ou não e compare o preço em outros sites. Na dúvida, é melhor não comprar.
     
  • Desconfie de mensagens SMS e anúncios no Facebook: essa é a mais nova modalidade dos golpistas, que tem usado especialmente as redes sociais para disseminar o golpe. Duvide de supostas ofertas recebidas por SMS. Para confirmar se a oferta exibida na rede social é real, abra o navegador, navegue até o site do varejista e busque o produto anunciado.
     
  • Use um software de proteção que ajuda os usuários nas compras online, bloqueando sites de phishing.
     
  • Fonte: Kaspersky Lab
Compartilhe.

Sobre o Autor

O Consumo em Pauta é um site com informações para o dia a dia do consumidor. Nossa missão é entregar aos leitores informações gerais sobre consumo, educação para o consumo e direitos e deveres de consumidores e fornecedores, além de dicas de como resolver pendências de conflitos de consumo. Nosso objetivo: relações de consumo menos conflituosas.