Febraban adia para 2018 recebimento de boletos vencidos

0

Somente boletos vencidos com valores superiores a R$ 2 mil poderão ser pago em qualquer banco. Para outros valores, somente em 2018

A facilidade de pagar boleto vencido com valor inferior a R$ 2 mil em qualquer agência bancária ou internet banking foi adiada para o próximo ano. A Febraban prorrogou o prazo de implementação do novo sistema por causa da grande quantidade documentos bancários no país que irão trafegar pelo novo sistema

A previsão é de que quando todo o sistema estiver implantando serão processados cerca de quatro bilhões de boletos por ano, montante comparável à capacidade das grandes processadoras de cartões de crédito do mundo, conforme a Febraban. “A Nova Plataforma de Cobrança traz benefícios para o consumidor e para a sociedade, como maior segurança, facilidade no pagamento de boletos vencidos, além de evitar o envio de boletos não autorizados”, afirma Walter Tadeu de Faria, diretor-adjunto de Negócios e Operações da Febraban. “Por este motivo, a implementação precisa ser feita da maneira mais gradual e cuidadosa possível, garantindo o pleno funcionamento dessa importante ferramenta”.

LEIA TAMBÉM


O consumidor que contava com a inclusão na plataforma de boletos vencidos com valores abaixo de R$ 2 mil terá de esperar até o início do próximo ano. Estava previsto agora para outubro o início da liberação de boletos vencidos com valores a partir de R$ 500; em novembro, para o valor mínimo de R$ 200; em dezembro, todos os documentos vencidos passariam a ser aceitos em qualquer banco. Este processo teve início em julho para boletos vencidos com valores a partir de R$ 50 mil. Em setembro, o valor mínimo foi reduzido para R$ 2 mil.

Enquanto não entra em vigor a aceitação de boletos vencidos com valores menores a R$ 2 mil, a saída para o consumidor é procurar a agência cedente para fazer a quitação ou entrar em contato com o credor para a emissão de um boleto com nova data de vencimento. O cuidado que se deve tomar é com relação a boletos falsos. Por isso, a Febraban recomenda a só aceitar boletos encaminhados por e-mail ou pelos Correios após a confirmação de que são verdadeiros.

O novo sistema faz o registro de todos os boletos e o compartilhamento de informações sobre emissores e pagadores pelos bancos, o que elimina o risco de pagamento em duplicidade. Com a nova plataforma, quando um boleto é apresentado em algum banco, o sistema informa se ele já tiver sido pago, evitando quitação em duplicidade. “O novo sistema reduz inconsistências de dados e permite a identificação do emissor e do pagador do boleto, facilitando o rastreamento de pagamentos e redução das fraudes, fonte de preocupação permanente para todo o sistema bancário”, destaca a entidade.

Compartilhe.

Sobre o Autor

O Consumo em Pauta é um site com informações para o dia a dia do consumidor. Nossa missão é entregar aos leitores informações gerais sobre consumo, educação para o consumo e direitos e deveres de consumidores e fornecedores, além de dicas de como resolver pendências de conflitos de consumo. Nosso objetivo: relações de consumo menos conflituosas.